Entrevista com o Nutricionista Rodolfo Peres

Conversamos com o Nutricionista Rodolfo Peres sobre o sucesso dos livros de sua autoria e os projetos para 2017. Dentre eles destacam-se um novo livro voltado para estudantes de Nutrição e o projeto de Franquias.

Rodolfo, qual o tema que será abordado em seu próximo livro?
Diariamente recebo mensagens de estudantes e profissionais recém-formados em nutrição me pedindo dicas de como começar. Resolvi organizar essas dicas de maneira didática e elaborar um livro. Dicas preciosas sobre como montar e como administrar um consultório; tirar dúvidas para várias questões comuns do dia a dia de trabalho; maneiras de como divulgar o trabalho e continuar se atualizando; para os que desejam palestrar, passo a passo as dicas para se realizar uma palestra de impacto, etc. Tudo de uma maneira bem didática, em que vou contando um pouco da minha trajetória profissional e algumas situações que me serviram de grande aprendizado.

Para qual mês o lançamento está previsto?
Acredito que entre fevereiro e março de 2017.

Em seus seguidores você nota muitos estudantes?
Muitos. Posso ver isso pelas inúmeras mensagens que recebo diariamente.

A realidade das faculdades é muito diferente do dia-a-dia de um nutricionista?
O conteúdo da faculdade é vasto como um oceano, mas possui a profundidade de um pires. É o básico do básico para que o estudante inicie sua jornada profissional. No entanto, mesmo nas melhores especializações, muitas coisas se aprendem na prática mesmo e essa vivência profissional eu procuro passar neste livro.

Amantes da nutrição também poderão entender o conteúdo de seu livro?
Com certeza! E inúmeras das situações ali apresentadas, serão de grande valia em seus campos de atuação.

Você acha que pode ser um complemento para as matérias abordadas no curso de nutrição?
Minha ideia em escrever é justamente esta. Não só este, mas todos os meus livros podem ser utilizados como complementos para as matérias abordadas na faculdade.

A sua carreira serve de inspiração para as pessoas no momento de escolha profissional?
Procure inspirar as pessoas a seguirem aquilo que desejam fazer, aquilo que mais se enxergam fazendo no futuro. Pode ser a nutrição ou outra ciência qualquer. Quando escolhi fazer nutrição, quase ninguém me apoiou. Achavam loucura, que eu não teria um emprego sequer. Tanto é verdade, que no início, cursava administração de empresas em conjunto, como uma espécie de garantia. Se realmente eu não conseguisse emprego na nutrição, com o diploma de administração era teoricamente mais fácil. Mas no meio do curso resolvi arriscar e fazer aquilo que gostava.

Qual a ideia do projeto de franquias?
Há alguns anos tento formar uma equipe. Eu não consigo atender toda minha demanda de consultas já há um bom tempo. São pessoas de todo Brasil que desejam se consultar, mas como eu priorizo a qualidade no atendimento, não consigo atender muitas pessoas. Além disso, respeito o Conselho Federal de Nutrição, não realizando consultorias on-line. Portanto, por motivos de agenda e de distância, a melhor maneira para atender aqueles que confiam em meu trabalho, é com uma equipe de profissionais. Desde 2010 trabalho com alguns nutricionistas sob minha supervisão. Mas com esse projeto, até mesmo o layout dos consultórios será padronizado. Os softwares de controle de agenda e para uso do próprio profissional como ferramenta de trabalho, também será padronizado. Ou seja, todos nós usaremos a mesma metodologia.

Muitos de seus pacientes viajam para São Paulo na tentativa de uma consulta?
Acredito que 50% dos pacientes sejam dos mais diversos lugares do Brasil. Também não é tão raro alguém que vem do exterior para se consultar. Fico lisonjeado em receber tamanha confiança, pois sabemos do alto custo com passagens, hospedagem, alimentação, etc que essas pessoas se dispõem a custear buscando um atendimento. Seria uma grande falta de respeito da minha parte, não procurar dar o meu melhor em cada consulta para fazer valer a pena tamanho sacrifício por parte desses pacientes.

O seu time de nutricionistas passará por um treinamento?
Sem dúvida. Além de uma criteriosa avaliação para ser admitido na equipe. A ideia do treinamento e atualização, é que sejam constantes e do mais alto nível. O que eu receber de novas informações, imediatamente compartilharei com todos. A ideia é dividirmos para multiplicarmos!

Pretende expandir as franquias por todo o Brasil?
Isso já será realizado de imediato. Em poucos meses, nosso projeto é expandir as franquias por todo o mundo. Espero em dois anos, possuir no mínimo um profissional me representando em cada estado brasileiro e em cada continente do planeta.


Musculação x Treinamento Funcional

Dúvidas na hora de escolher a melhor modalidade de treino para você? Entenda a diferença entre treinamento funcional e musculação e veja a opção que mais se adequa com sua rotina, condicionamento e objetivos.

Treinamento Funcional

Exercícios baseados nos movimentos naturais do corpo humano que trabalham os grupos musculares de maneira global e trazem condicionamento físico, queima de calorias, fortalecimento e agilidade para quem o pratica.
Esta modalidade apresenta uma infinidade de variações nos movimentos, quebrando a monotonia da academia e tornando o corpo mais apto para esportes. Os exercícios combinam movimentos como agachar, pular, empurrar e utiliza acessórios como bolas, cordas, discos e elásticos. Fortalece e define, porém não trabalha o volume da massa.

Musculação

Se o objetivo é conseguir resultados estéticos e ganhar massa muscular em um curto período, a musculação será a melhor opção por ser mais eficiente para a hipertrofia, pois tem a possibilidade de trabalhar os grupos musculares singularmente e com maior atenção.
A musculação traz melhorias no condicionamento físico, aumento da massa magra e queima de um percentual considerável de gordura quando exercida com frequência semanal e associada a hábitos alimentares que contribuam para o treino.