A rotina dos atletas olímpicos é realmente muito puxada. Imagine que diariamente o trabalho deles consiste em corrida, natação ou ginástica, preparo para a competição e treinamento de força para o Rio 2016. A nutrição é de extrema importância neste processo, pois a fome é incessante e precisam consumir cerca de 8.000 calorias por dia. 

Esta grande quantidade de calorias não significa que podem comer o que quiserem. A dieta é construída para cada atleta, pensando em tipo físico, peso, rotina de treinos, necessidades nutricionais e com o foco sempre em alimentos saudáveis, desempenho e no fortalecimento no sistema imunológico, pois um atleta doente não sai do banco.

Os carboidratos estão presentes diariamente na vida do atleta, ocupando cerca de 55% a 65% da dieta. A recuperação pós treino ou prova é de extrema importância, acompanhada de medidas nutricionais também.